quarta-feira, março 30, 2011

Vida Na Escócia...

Bom... está na hora de contar um pouquinho de como é viver aqui na Escócia. Amigos e familiares perguntam o que estou achando, se estou gostando e também como é viver aqui.
A Escócia é uma país pequeno, pertencente ao Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (juntamente com a Inglaterra, o País de Gales e a Irlanda do Norte), com 5.194.000 habitantes, numa área de 78.772 km². Uma comparação para compreender melhor as dimensões: o Rio Grande do Sul tem mais do que o dobro de população e, nos seus 281 748,5 km² de área, caberiam quase três Escócias. 


E as comparações param por aí: o clima é totalmente diferente (no verão às vezes se tem as quatro estações em um só dia), o temperamento das pessoas também (amigáveis, mas reservadas), a arquitetura (prédios históricos, casas semelhantes, cores neutras), o relevo (montanhoso e formado por 790 ilhas!), a vegetação (campos verdes, florestas de pinheiros), a organização social, o regime e sistema de governo (monarquia, parlamentarismo). Tudo é diferente.
Saí do Brasil com um clima de quase 40ºC e vim direto para o inverno úmido, ventoso e gelado escocês. O que a gente não faz por amor, hein?


Moro em Stenhousemuir, uma cidadezinha pertencente ao Distrito de Falkirk, com 10.190 habitantes. Opa! Agora com 10.191 contando comigo. Aqui em Falkirk há o único elevador de barcos do mundo, o Falkirk Wheel, para resolver o problema de diferença de níveis nos canais de navegação. Ainda não dei uma voltinha, mas assim que o tempo melhorar vou conferir a atração! 

terça-feira, março 29, 2011

Cultura - Cinema: Dublê de Cisne Negro diz que Natalie Portman fez 5% das cenas

Cultura - Dublê de Cisne Negro diz que Natalie Portman fez 5% das cenas

O talento de Natalie Portmant vem desde a infância. Quem não se lembra do papel dela como Matilda no filme "O Profissional"?
Interessantíssimos os comentários que a notícia da dublê recebeu, destaco: Kelly
| AL | Maceió | 29/03/2011 - Dublê sempre existiu e sempre existirá! O fato da bailarina vir a público dizer que Natalie fez apenas 5% das "cenas de dança" de corpo inteiro não tira o mérito da atriz por ter vencido a disputa do oscar, que com certeza não levou em conta apenas e tão somente os passos de dança mostrados no filme, acredito que esta tenha sido responsável por uma pequena parcela, ao contrário da atuação nas cenas dramáticas onde se ver claramente a entrega de Natalie a personagem, essas cenas sim renderam a atriz o oscar e tantos outros prêmios, belíssima atuação! Já a bailarina, dublê, esta querendo pegar carona no reconhecimento da Natalie, é a realidade virando ficção, ou seria o contrário? Quanta inveja!